"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Comi 2 safadas


autor: Mineirosafado
publicado em: 25/07/16
categoria: hetero
leituras: 3754
ver notas
Fonte: maior > menor


Ola a todos.

Este meu conto será sobre o dia em que realizei uma enorme vontade minha, e creio que de todos os homens.

Com quase 19 anos, fui a uma festa do sinal a fantasia em minha cidade, estava bombando, cheio de gente bonita, casais, solteiros e tudo mais.
Um pouco antes disso, fiz uma descoberta sobre meu corpo. Sempre que eu consumia bebidas alcoólicas eu demorava séculos para gozar em uma transa. Nunca sai de casa com intençao de beijar ou transar com alguem, sempre saia com a intençao de me divertir.
Mas nao nesse dia, comprei uma garrafa de Black Label, fui fantasiado de havaiano e sai apenas com 1 amigo, comprei logo umas 4 pulseiras verdes, pra mostrar que tava solteiro, e fui daquele jeito pra baladinha.
Chegando na festa tava padrão, musica boa, e depois de quase 1 garrafa, eu estava no ponto, nem caindo de bebado e nem são.

Meu amigo logo se ajeitou com uma garota e entao vi que nao poderia perder tempo, mas antes eu precisava mijar, entao fui ao banheiro, mas estava lotado, e nao suporto cheiro de macho, entao fui ate um corredor bem escuro que dava acesso a uma parte externa e eu sempre ia la. Terminando de mijar, voltei e com mais atenção reparei uma coisa no corredor, ate entao eu so tinha visto 2 pulseiras vermelhas, o que mostrava um casal se beijando. Mas ao chegar perto notei que eram 2 amigas em comum, Gabi e Maryele, e todos ja sabiam que elas eram bi. Ao passar brinquei com elas;
"Tem espaço pra um homem ai kkk" e fui andando...quando do nada Maryele me puxou pela camisa e me beijou, enquanto Gabi pegou a garrafa de Black Label de minha mão e bebeu, assim que Maryele me soltou, Gabi passou a garrafa pra ela, e me agarrou...
Eu nem tinha ideia de onde isso ia parar, mas eu estava gostando. Em poucos minutos, sugeri as meninas pra sairmos dali e ficarmos mais a vontade e curtir a noite, e elas toparam.

Mas uma vez, peço fechem os olhos e imaginem essa situaçao.

Gabi- morena, baixinha, peitos e bundas bem distribuidos, e uma coxa que so de olhar deixava meu pau duro, e claro muito linda.

Maryele- morena, baixinha tambem, peitos pequenos e uma bunda razoavelmente pequena, mais tinha umas curvas lindas, e tambem era bem bonita.

Eu saio do corredor com duas das mais bonitas da festa me acompanhando e me beijando em frente a todos. Elas estavam super gostosas. Gabi com fantasia de jogadora de tenis, com uma sainha bem curta e suas pernas deliciosas de fora, Maryelle de empregadinha, com uma roupa que mais parecia uma lingerie.

Meu amigo quase teve um infarto quando eu disse que nem voltaria mais tarde, ele ficou babando, e me fazendo sinais pra levar ele tambem, mas nao...aquele dia seria so meu. Saimos do clube e meu sucesso não parava, todos estavam me olhando e querendo estar no meu lugar.

Pedi pra que elas esperassem, fui ate a rua debaixo pegar meu carro.
Peguei elas e perguntei pra onde iriamos.

Gabi entao disse: "Pra onde vc vai nao me interessa, eu so quero saber dessa barraca que esta armada desde a hora que a gente estava no corredor".

Sem demora, tirei ele pra fora e ambas arregalaram os olhos, mas Gabi nao se intimidou. Saimos da frente do clube e Gabi foi me chupando e punhetando. Olhei pelo espelho do carro e vi Maryele tirando a parte debaixo de sua fantasia, e se esfregando toda.
Eu nao conseguia acreditar que aquilo estava acontecendo comigo. Eu estava no lugar certo na hora certa.

Fomos pra um lugar bem isolado da cidade, chamado de cruzeiro, pois la tem uma cruz enorme, e a visao e linda. Vc ve a cidade toda e ninguem te ve.

Enfim chegando la ja fui abrindo o carro, Gabi e Maryele rapidamente chegam ate mim, me jogam no capô e começo a receber um boquete duplo. Ahhh que sensaçao maravilhosa, uma chupava a cabeça a outra lambia minhas bolas.

Eu sabia que a missao era dificil, mas eu sabia que iria executar com perfeiçao.
Com certa brutalidade puxei o cabelo das duas e virei o jogo, fazendo elas ficarem sobre o capô. Eu masturbava uma com as maos e a outra eu chupava como se nao houvesse amanha e fui invertendo. Todos estavamos morrendo de tesão e a gente sabia que aquilo iria durar muito tempo. Ficamos vários e varios minutos nos chupando e acariciando. Gabi com seus belos seios, pressionou um contra outro me pedindo uma espanhola, e eu fiz, e fiz gostoso, Maryele se lambuzava com a buceta de Gabi.

Estava na hora do melhor da festa. Gabi deitada sobre o capô, Maryele chupando Sem parar e eu sem muito carinho enfiei minha rola em Maryele fazendo seu rosto afundar sobre a buceta de Gabi. Tirei Maryele de minha frente e fui logo enfiando em Gabi, e Maryele entao deu a volta e ficou a beijar e chupar os seios de Gabi. Gabi gemia alto e puxava os cabelos de Maryele e eu não parava. Gabi anunciou seu gozo, e comecei a bater forte e com 1 mao eu massageava seu clitoris e a outra segurava em seu seio bem forte, Gabi fez algo que nunca vi, ela se contorceu como se tivesse doendo muito e pediu pra tirar, quando tirei ela gozou de uma forma absurda, parecia uma torneira de mel, sem demora Maryele e eu descemos e ficamos a lamber aquele caldo, Gabi ja nem respondia as nossas chupadas, e em meio aquelas chupadas e lambidas ja virei a beijar Maryele, toda melada da porra de Gabi, entao a peguei pela bunda, e ela firmou suas pernas em minha cintura e fui andando ate o banco do passageiro. Sentamos dentro do carro e eu mandei aquela cachorra cavalgar pois apesar de meu gozo estar muito longe, eu estava cansado. Maryele rebolava com muita malicia e experiencia, as vezes dava uma leve levantada e sentava com tudo, isso me deixava louco. Gabi ao se recuperar veio correndo em nossa direçao e começou a chupar os seios de Maryele, ela dava fortes tapas na bunda de Maryele.
Aquilo estava uma loucura. Meu pau ja estava ficando esfolado de tanto sexo.

Nos levantamos, coloquei as duas de bunda virada pra mim e fazia um revezamento de bucetas. Ate que de tao molhadas que estavam, eu sabia que nao iria gozar tao cedo, abri bem a bunda de Gabi, e fui enfiando o pau em seu cu, ela dando gemidas de dor e prazer, mandando eu ir devagar, e fui colocando e tirando ate a metade, depois dele ja lubrificado, eu arrombei aquele cu, Gabi se desmanchou sobre o capô e eu so via seu mel escorrendo pela suas lindas coxas, entao olhei pra Maryele e ela ja entendeu, e foi logo abrindo seu cu rosado. Eu nao ia perdoar, eu queria gozar tambem, entao enfiei forte, dando estocadas fortes, pensei que meu pau ia quebrar...
Meu gozo estava a 5 segundos de sair, entao tirei rapidamente puxei a boca de Maryele ate meu pau, ela mamava feito cadela, Gabi meio sem forças se levantou e dividiu toda minha porra com Maryele.

Nos deitamos os 3 no banco de tras, maryele deitou sobre meu peito e gabi se escorou sobre meu ombro e ficamos uns 15 minutos conversando. Gabi entao perguntou;
"E ai gatinho, aguenta outra?"

Então respondi;
"Vamos la agora?"

Ela deu risada se levantando, virou sua buceta e disse;
"So vem no cheiro dela entao"

Ahhh, eu nao ia fazer desfeita pra uma buceta daquelas....

Mas, alegria de pobre dura pouco.
Pra minha raiva e tristeza, a policia chega no exato momento em que estou de rola dura pronto pra começar. Um policial que nao ia com a minha cara foi se aproximando e viu Maryele deitada como se estivesse desmaiada e veio dizendo:

"Bonito ein...tem um carro desses e nao tem dinheiro pra motel? Vcs nao tem vergonha?"

Então gabi, correu pro carro pra se tampar e eu fui responder o policial;

"Nao senhor, nao tenho vergonha, tenho muita sorte como o senhor pode ver".

Ele entao deu uma risada sacana e disse;
"Faz o favor de pegar as meninas e sair daqui, vimos o farol do carro la debaixo e achamos que tivessem vindo usar drogas".

E eu de pau duro, aquele cheiro de sexo nas maos, peguei na mao do policial, agradeci e fomos embora.

As garotas apesar da vergonha me elogiaram muito e que poderiamos repetir.

Infelizmente nao tivemos essa chance, pois as 2 fizeram uniao estável e se mudaram pra outro estado. Nos falamos as vezes pela internet, relembrando.

Bom galera, apesar do PM ser um corta foda, foi muito bom contar isso pra vcs.

So queria deixar claro que todos os meus contos sao reais. Nao tenho motivos pra mentir. Agradeço a quem leu. Abraços





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.