"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Comi a esposa do meu melhor amigo!


autor: novinhotezudo
publicado em: 02/06/16
categoria: hetero
leituras: 7798
ver notas
Fonte: maior > menor


Bom, a história que irei contar agora é verdadeira por isso ja vou avisando que os nomes são fictícios, o que ocorreu a mais ou menos um mês foi o seguinte: Meu amigo Darci é um daqueles caras que gostam de contar vantagens, vive contando suas proesas e que come um monte de mulheres por ai, ele é casado com a Jan, morena clara, mais ou menos 1,70 de altura, coxas grossas, seios médios, rosto lindo, muita gata mesmo e gostosa pra caralho também, eu sempre fui um cara muito respeitador mas aquela mulher era impossível de não se olhar. Então, meu amigo precisava viajar para São Paulo, a viagem era de 3 dias e eu precisava ir na sua casa buscar umas coisas que eu havia comprado dele. Naquela sexta-feira eu trabalhei o dia todo, cheguei em casa tomei um banho e fui para a casa dele buscar meu material e eu nem lembrava que ele tinha ido viajar, cheguei lá ja eram mais ou menos umas 21 horas, toquei a campainha e a Jan atendeu, então disse que era eu e ela abriu o portão que era automático, e lá fui eu tranquilamente até a porta e quando ela abriu estava com um shortinho minúsculo e rosinha e uma camisetinha branca que deixava a sua barriguinha a mostra, e eu a olhei dos pés a cabeça, não consegui me controlar e ela notando que eu estava a comendo com os olhos acabou dando um sorriso sem graça e me mandou entrar. Entrei e ela disse: é o Darci foi viajar, você veio aqui buscar suas coisas né? e eu disse: sim! ela respondeu: ta tudo lá em cima no quarto, vamos lá pegar! ai ela subiu as escadas na minha frente, com aquele rabão mexendo de um lado para o outro e lógico meu cacete subiu na hora, ai dei uma ajeitada na calça pra disfarçar enfim colocamos tudo no carro e ela me convidou para tomar um café, eu como ja estava muito louco pra traçar ela disse que não, que ja era tarde, e que tambem meu amigo estava viajando, que não pegaria bem e tal, ai ela disse: para de bobagem, ja está na mesa e eu preciso conversar contigo. eu fiquei curioso e disse: Ok vamos lá! Ai tomando um café conversa vai, conversa vem e ela me disse assim: Sabe o que é? é que eu descobri que o darci anda me traindo, e pior com a minha própria prima, e eu sei que vc sabe disso e de outras coisas! ai eu fiz cara de assustado e disse: Não, eu não sei, mas como você sabe disso? e ela disse: eu vi ele contando pra um amigo! ai eu respondi: Ah Jan, vai ver é mentira, você sabe que ela é meio papudo! e ela disse: não, essa eu tenho certeza porquê eu vi ele conversando escondido com ela também! e eu respondi: Que foda, mas ja que ele te traiu, por quê você não trai ele também? ai vocês ficam quites! ela respondeu: fiquei com tanta raiva, que vou dar pro primeiro que me cantar semana que vem! Ai ficou um silêncio absoluto. Depois de um tempo eu disse: Bom, eu ja vou embora! e ela disse: Tá bem! eu me levantei e fui indo em direção a porta e ela me acompanhando, e eu não parava de pensar que aquela era a minha chance, que se eu queria comer ela tinha que me aproveitar daquela situação, mas ela era a mulher do meu amigo, ela poderia contar pra ele e acabar com uma amizade de anos, bom pessoal, não sei o que deu em mim, mas me despedi dela e quando ela foi fechar a porta eu disse: espera! e ela se assustou e me perguntou: O que foi? e eu sem pensar nem nada fui dizendo: Se você vai trair meu amigo! se você vai dar para o primeiro cara que te cantar, então que seja para mim! ela arregalou os olhos, ficou com uma cara de espantada afinal não esperava isso de mim, e eu nem deixei ela responder e ja fui agarrando, dei um beijo que ja deixou ela sem folêgo! ai ela disse: é melhor você ir embora!!! e eu disse: acho melhor não, agora que vai ficar bom! e já encostei ela na parede a beijando ainda mais, ela disse que era melhor não, que ela falou aquilo sem pensar, mas eu percebi que ela também estava gostando, quando ela tentou escapar eu a agarrei por trás meti a mão na buceta dela e disse: tem certeza que você não quer transar comigo? ninguem vai saber! ela não respondeu. Ai eu a peguei no colo e a levei para o quarto, joguei ela na cama e ja ranquei aquele shortinho de uma vez, rasguei aquela blusinha e ela estava sem sutiã ai comecei a chupar aqueles peitinhos lindos dela, fui decendo tirei a calcinha e chupei aquela bucetinha rosinha e molhada dela, derrepente tirei a calça e comecei a comer ela, no famoso papai e mamãe, ela gemia e quanto mais ela gemia, mais eu bombava, joguei ela de quatro dei um tapão naquela bunda enorme e comecei a meter de quatro ela gosou rapidinho, ai eu se deitou de lado, e eu disse ainda não terminei, puxei ela pelos cabelos e ela começou a me pagar um boquete, e eu carcava meu caralho com toda a força, até que eu gosei na cara dela! e ela me olhou sorrindo e disse: agora você conseguiu, sei que você sempre quis me comer, esta contente agora? e eu disse: ainda não, pois ainda não comi seu cuzinho! ela deu uma gargalhada e respondeu: ai também ja quer demais né! e eu disse: fica pra próxima! e ela disse: vá embora antes que os vizinhos comecem a cochichar! e eu me vesti e fui embora, mas acreditam que até hoje vou na casa deles e ela me trata como se nada tivesse acontecido! essa foi a melhor transa da minha vida!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.