"Os mais excitantes contos eróticos"

 

DESEJOS


autor: castanho2015
publicado em: 25/05/16
categoria: hetero
leituras: 1523
ver notas
Fonte: maior > menor


Dedicado a mulher que muito me inspira e por quem suspiro: Cretinaeu

Seu olhar cruzou com o meu. Ela saída do banho, eu deitado nu, aguardando a fêmea que se recompôs num banho quente. Seu olhar atravessou minha alma informando que o segundo round estava por começar....
ela virou-se de costas, balançou os cabelos tirou a toalha e me pediu para ajuda-la a enxugar suas mechas ruivas. A visão de sua bunda e de suas pernas grossas era o céu, e ela lá em minha frente, de costas exalando o cheiro do desejo levantei-me e eu fui roçando suas nádegas e coxas com meu brinquedinho que menino sapeca já começava a dar sinais de vida apontando para o sol... o enxugar dos cabelos rapidamente passou para a brincadeira do sarro, onde nossos corpos se esfregavam um no outro, nossas mãos brincavam e nossas línguas se comiam....
Adoro sarrar assim: a mulher de costas rebolando sua bunda em meu cacete enquanto nossas bocas se fartam e meus dedos brincam na bucetinha molhada de desejo.
O tempo parou. Se perdeu em meio aos nossos gemidos, palavras e juras de amor e desejos eternos.
Ela se virou e me puxando pela mão foi para a cama onde posicionou-se de quatro. Olhou pra mim e disse:
- vem amore. Fode a sua cadelinha de 4. Vem
Cheguei por trás e abri sua Bunda, a visão de seu anelzinho piscando e sua bucetinha latejando e escorrendo seu néctar dos deuses foi demais. Cheguei mais perto e o cheiro de seu sexo invadiu meus sentidos. Fazendo com que o lobo acordasse em mim. Faminto comecei a sugar seu sexo, a passear minha língua degustando o sabor da fêmea no cio. E como escorria sua bucetinha , cada vez que passava a língua no seu clitóris e sugava ela rebolava mais…. Queria que ela me presenteasse com seu gozo em minha boca, mas ela me pediu.
- Amor. Mete em mim, quero gozar no seu cacete.
Impossível negar o desejo da fêmea. Fiquei de pé e fui passando meu pau duro e grosso em sua rachinha lubrificada. Não demorou e ele entrou fácil e olhando meu pau sumir no seu rabo, comecei a entrar e sair lentamente, indo cada vez mais fundo, e a cada metida ia aumentando a força. Ela gemia cada vez mais anunciando o gozo que se aproximava
Num gemido gritou
- vou gozar
E empurrando sua Bunda senti meu pau encostar em seu útero o que fez com que encostando lá desaguasse em minha cabecinha seu nectar. Senti sua bucetinha se contrair empurrando em espasmos ritmados por seus gemidos.
Não aguentei e comecei a socar forte e rápido me preocupando a partir daquele momento com o meu prazer. E ela começou a gemer dizendo que ia gozar de novo. E de novo. E de novo. E num grito anunciou que estava gozando seguido.
Não aguentei e inundei sua gruta com meu leite. Esporrei meu leite quente diretamente no seu útero, o que fez que minha gata desse um gemido rouco e num clímax de prazer máximo alcançado perdesse os sentidos. …
Cai ao seu lado. Aquele rosto relaxado, satisfeito e calmo fez meu ego ir à mil. Afinal satisfazer os desejos de uma fêmea no cio dando a ela o gozo perfeito é o sonho de todo homem, que ama dar prazer a sua mulher, a sua putinha particular na cama; Minha querida Cretinaeu!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.