"Os mais excitantes contos eróticos"


o amigo do meu irmao e eu no lote vago


autor: paty23
publicado em: 18/05/16
categoria: hetero
leituras: 4358
ver notas
Fonte: maior > menor


me chamo Patricia e tenho 23 anos tenho um 1,58 gordinha com 86 kg seios grandes e lindos e bunda grande um típica gordinha gostosa.
um belo dia meu irmão levou o seu amigo de faculdade em minha casa o Henrique um rapaz com seus 25 anos lindo, malhado , alto com seus 1,90cm, branco com olhos e cabelo pretos lindo de morrer, pois bem eles foram fazer um trabalho em minha casa.
passaram alguns dias e um dia no finalzinho de tarde meu celular toca era o Henrique com aquela voz grossa de macho linda que me deixou toda arrepiada. papo vai papo vem e ele pergunto se poderia me ver pois tinha gostado muito de mim. aceitei e fui encontrar com ele em uma rua próximo a minha casa, pois ele mora em bairro vizinho ao meu e conhecia muito bem... Quando cheguei ao lugar marcado ele ja estava me esperando me aproximei e o cumprimentei com um "oi" e ele se aproximou e me roubou um beijo, e q beijo era aquele fique ate sem fôlego começamos a dar uns amassos ali msm na rua por alguns min, logo ele viu um lote vago do outro lado da rua e me puxou pelo braço pra la, e eu claro fui sem falar nada...
Ele encostou no muro e me colocou na frente dele e começamos a dar mais amassos ele um cara mt carinhoso, o que eu adoro, parava d vez em quando e acariciava o meu rosto e passava a mão em meu cabelo adorei e olhava no fundo dos meus olhos como se estivesse admirando cada traço de meu gosto, assim ele me deixava cada vez mais derretida e entregue a ele...não demorou mt e comecei a sentir que ele estava ficando excitado com aquilo tudo quando comecei a ver q o amiguinho dele dava algum sinal de vida comecei a beijar o seu pescoço até chegar em sua orelha onde comecei a lamber e chupar e ele cada vez ficava mais arrepiado, e seu pau nesse momento já estava completamente duro de tanto tesão....ele começou a apalpar os meus seios e segurar com muita força, ate parecia que ele queria arranca-los assim fiquei mais excitada ainda e minha calcinha começou a ficar molhadinha..o Henrique começou a descer a mão em meu corpo ate chegar na minha bucetinha que cada vez fica mais molhada, nesse momento começou a me masturbar alisando o meu clitóris, cheguei mais perto de seu ouvido e comecei a gemer bem próximo, percebi que quando mais eu gemia mais ele acelerava a masturbação me levando ao delírio, com a outra mão pegou a minha mão e colocou no seu pau comecei a senti ainda por cima da calça comecei a passar a mão naquele pau duro e assim ficamos por alguns minutos, logo depois abri seu zíper e tirei aquele mastro pra fora me surpreendi com o tamanho minha surpresa era tanta que ele percebeu e com uma risadinha bem safado me pergunto se eu tinha gostado, eu respondi que “sim” comecei a masturba-lo batendo um punheta e as vezes parava a punheta e apenas fica passando de leve o meu polegar apenas na cabecinha o deixando louco... depois me abaixei e cai de boca naquele mastro lindo, chupava , lambia e quando vi que ele estava quase gozando comecei a dar umas mordidinhas bem d levinho na cabeça aponto dele sentir meus dentes, voltando a chupar com mais rapidez, e ele dizendo para que não parasse pois estava quase gozando, não demorou muito ate que ele gozou gostoso aponto daquele mastro ficar um pouco mole chupei mais um pouco e me levantei e comecei a beija-lo loucamente para ele sentir o gosto da porra que ele tinha ejaculado, assim depois de alguns beijos bem quente ele me pegou com força e me jogou contra o muro e disse que iria me retribuir o prazer que tinha lhe dado... ele começou a chupar minha bucetinha quando não me aguentando mais comecei a gemer mais alto e ele pedia para não gemer mt alto pois alguém poderia escutar, peguei a minha blusa e comecei a morder na tentativa de me conter, ele la passava aquela língua quentinha em minha buceta viajando nela toda e quando chegava ate o meu clitóris me dava chupões e mordidas nele a ponto de alguns momento minhas pernas ficarem bambas, aquilo estava uma delicia.... de repente meu celular começa a tocar e quando vi era meu pai atendi, nesse momento tive que tirar a com a mão a boca do Henrique pois ate minha voz esta tremula e ele poderia notar alguma coisa... meu pai me perguntava onde eu esta pois ele chegou do serviço e não tinha ninguém em casa o pior é q justo nesse dia ele tinha esquecido sua chave e estava na rua morto de casado após um longo dia de trabalho, falei que tinha ido ao mercado mais que já estava voltando para casa, desliguei o celular e tratei logo de me recompor e me despedir do Henrique com um beijo de tirar o folego e voltei pra casa...
bom não conseguimos terminar naquele dia o tínhamos começado porem deixei um gostinho nele de quero mais o que foi bom pois ele me ligou mais tarde dizendo que eu levei a loucura e que ninguém lhe havia dado tanto prazer como eu... nos encontramos outras vezes e terminamos o que tínhamos começado aquele dia... foi de mais....

meu email para quem quiser trocar experiencias patysalves123@gmail.com




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.