"Os mais excitantes contos eróticos"


HOJE SÓ QUERO SACANAGEM SINCE


autor: Pocahninfa
publicado em: 11/01/16
categoria: hetero
leituras: 4843
ver notas
Fonte: maior > menor


Apareci em sua porta com uma garrafa de vinho e com as mais sujas intenções. Vestida para te enlouquecer, com aquele batom vermelho que você tanto gosta, e diz que me deixa com cara de safada, e aquele olhar cheio de desejo, literalmente te " comendo com os olhos". Prometo não te exigir nada, não vou fazer sexo em troca de amor. Não hoje. Moeda de troca é algo que não vai rolar entre nós.
Entenda que eu também gosto de foder e não preciso fazer isso necessariamente pra ter algo em troca, faço porque transar e gozar é umas das coisas que mais me agrada e que eu amo fazer.
Te quero sem limites, intenso, verdadeiro. Não precisa dizer nada que me convença a ir pra cama contigo, você excitado, sinceramente, já é o suficiente. Você não precisa me amar pra gente transar. Então, poupe suas palavras e deixe sua boca trabalhando num bom oral. Delicado, forte.
Me deixando embriagada pelos sentidos causados. Segurando minhas mãos, me contorcendo de prazer, gritando, gemendo, sussurrando no seu ouvido a mais verdadeira sacanagem que você me faz sentir, subindo as paredes com essa sua língua, com os seus dedos entrando dentro de mim, de uma forma que nunca ninguém fez, você me fazendo sua puta da noite. Brincando com minha buceta e meu cuzinho ao mesmo tempo, pela intensidade dos gemidos, estava muito bom. OH, SE ESTAVA!
Agora é minha vez. Essa noite não vou usar a boca simplesmente porque você fez, mas porque gosto. Saca uma coisa, querido, o prazer é nosso. Tudo que eu te fizer você vai gostar, mas tenha a consciência de que faço primeiramente porque eu gosto, e não pra simplesmente te agradar. Não estou falando isso pra você se sentir menos. Mas vem cá, raciocina comigo: quando a gente gosta de pegar, brinca com a cabeça do menino, com a língua, crava as unhas nas coxas… Eu gosto do gosto, da sensação de te dar prazer a cada gemido que você solta.
Então, ligo o rádio, e coloco " I Put A Spell On You", música que tanto gosto e que desperta meu lado mais safado, que você possa imaginar.
Fico em pé de frente a você, sentado na beira da cama, com o olhar malicioso, cheio de vontade. Vou dançando e me tocando conforme a batida da música, rebolando sensualmente, descendo devagar até o chão, olhando fixamente pra você, me engatinho até você, levanto desabotoo a tua calça, desço, tiro-a , viro de costa, rebolo lentamente no seu instrumento grosso e pulsante, você gemendo e falando ao meu ouvido que quer me foder gostoso. Eu digo à você:
- Quero que você me foda bem gostoso, hoje eu sou sua puta.
- Acaba comigo, me coma com vontade
Viro de frente pra você, me ajoelho, abaixo sua cueca e seu pau salta com tudo para fora. Hmm... Que delícia!
Caio de boca nele, começo chupando a cabeça, vou aprofundando mais, colocando seu pau duro e pulsante todinho dentro da boca, vai e vem com a boca num ritmo rápido e forte, olho em seus olhos, você segura na minha cabeça e começa a conduzir o boquete, entrando e saindo rapidamente da minha boca, fazendo com que seu pau, tocasse na garganta, fazendo com que eu me engasgasse. Você gemendo , olhando fixamente para mim, me solta um tapa forte na minha cara, me dizendo:
- Chupa safada, sua cadela gostosa
Seus xingamentos, o tapa na cara, tudo isso me deixando molhada e com um super tesão.
Me colocou de 4 na cama, dando tapa na minha bunda, caiu de boca na minha buceta, babando nela todinha. Pincelava minha buceta com seu pau, já não estava mais aguentando, necessitava do pau dele dentro de mim. Minha buceta já estava latejando, louca por rola.
- Mete em mim, me fode com força?
- Isso, pede meu pau sua vadia, pede que eu vou te dar ele todinho
Cuspiu na minha buceta, ele pega seu mastro grande e duro e soca de uma vez só, me rasgando e fazendo gemer alto. Segurando meus braços para trás, me fodendo com força e com toda vontade, me fazendo gritar de prazer e pedir mais , pedir aquele pau dentro de mim, pedindo que acabasse comigo. - Fode sua vadia; - Come com força; - Me rasga todinha; - Come sua puta; - Bate na minha cara..
Ele me batia com força, socava cada vez mais forte, - Sua vadia, não quer rola, então toma; - Sua cachorra, piranha, geme pra mim putinha; - Isso, me dá essa buceta apertada sua gostosa; - Toma essa rola... Ahhh, caralho que porra de mulher gostosa.
- Mete caralho, que eu vou gozar no seu pau. Ai porra, vai, mete, mete, mete, aaaaaaaaaaaaaai ( soltei um gemido e gozei no pau dele )
- Sua filha da puta, gostosa, gozou gostoso né?
- Agora vem aqui e senta em mim, mas não quero sua buceta, agora eu vou foder e esfolar seu cú todinho.
Antes de sentar naquele pau gostoso, caio de boca, fazendo outro boquete nele, sua expressão facial, seus gemidos, estava deixando ele louco de prazer. Já louco para gozar, termino o boquete, cuspo em seu pau, abro minhas pernas, me ponho de frente, agachando e segurando seu pau, coloco em posição seu pau na entrada do meu cú, sentando devagar , mais a fome do meu homem era tanta, que logo socou com força seu pau no meu cú.
- Mais puta que pariu em, que estocada forte, já colocando todo seu pau no meu cú, metia, bombava forte, estocando com força, segurando minha cintura, eu kikava no seu pau, rebolava bem gostoso, e gemia em seu ouvido e pedindo para ele acabar com meu cú. - Você não queria meu cú? Então come ele, acaba comigo.
Já no auge do prazer, em uma kikada que eu dei, ele soltou seu leite quentinho, todinho no meu cuzinho. Que delícia, ver aquela cara dele, aquele pau pulsando no meu cú.
Deitei ao seu lado na cama, ele virou de lado, me deu um beijo, um tapa na bunda, e pediu para virar de costa para ele, e me disse que a noite não tinha acabado, disse que eu era puta dele, e eu faria tudo que ele quisesse essa noite.
Fomos noite a fora, com um sexo "sujo" e selvagem, diversas posições, xingamentos e tapas que me marcaram e me deixaram lembranças no dia seguinte. Fazendo com que eu voltasse sempre para ele, dizendo:
" HOJE EU SÓ QUERO SACANAGEM SINCERA BABY "



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.