"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Lésbica Casada


autor: Rick
publicado em: 24/03/15
categoria: outra
leituras: 14306
ver notas
Fonte: maior > menor


olá meninas,simpatizantes e curiosas,meu relato é verídico,resolvi compartilhar!Sou lésbica de nascença,mulher é tudo de ótimo,mas a idéia de me relacionar c casadas sempre me foi desinteressante,mas como tudo tem sua primeira vez……
Eu a conheci numa sala de bate papo,de inicio,papos bem superficiais…me disse q morava na cidade onde moro,que era casada,mas que estava louca por uma transa com uma mulher,conversávamos sempre,eu sempre na minha.
E sempre que eu entrava na sala,lá estava ela,acho até que me esperava.
Numa sexta feira,estava eu sem fazer nada,entrei e começamos a conversar.Ela tanto insistiu que terminei por dar a ela meu endereço e fiquei a espera.
Passados 40 minutos mais ou menos,ela chegou.
Abri a porta,ela entrou..era bonita,morena,32 anos devia ter.Ela ficou ali parada perto da porta,olhar de safada,bem disposta,eu diria .
Parei em frente a ela,passando a mão pelo seu rosto,falei em poucas palavras que ali iria prevalescer o que eu queria,sou dominadora,só transo com submissas,adoro castigar!Ela aceitou,colocou a bolsa sobre a mesa e me perguntou o que eu queria que ela fizesse.
Ela vestia um vestidinho colado ao corpo,curto,pernas lindas á mostra.Mandei que tirasse a calçinha,ela tirou vagarosamente,o que me deixou já bem excitada.Mandei suspender o vestido e se virar,queria ver a bunda que eu iria explorar.Bunda linda,volumosa.Fui para o quarto,disse a ela que me seguisse.Quando chegamos,ela estava nua,havia tirado o vestido.Mandei que se recostasse contra a parede,abri a gaveta do criado,peguei um cinto de couro que sempre uso e dei-lhe na bunda com força,ela gemeu,mas não reclamou,perguntei a ela quem havia mandado ela se despir?ela logo se desculpou,dei-lhe outra chibatada e disse a ela que se vestisse novamente.
Percebi o que aquela mulher buscava…estava afim de tudo mesmo.Quando ela retornou,mandei que se deitasse de bruços no chão,sobre algumas almofadas que já estavam preparadas pra ela,ela se deitou,a bunda exposta,empinada,suspendi seu vestido até o pescoço,fui descendo minha mão pela sua coluna,pernas,enfiei por baixo pra sentir sua pulsação,a xaninha tava molhada,se arrepiava toda,eu era toda desejo.Mandei que abrisse bem as pernas,empinasse mais a bunda,ela obedecia prontamente.Perguntei a ela se o maridinho comia por trás,ela respondeu que era raro,então sussurei em sua orelha que já que ele não aproveitava,aquele cu maravilhoso agora era meu,passava a lingua naquele rego ,voltava a passar,insinuava entrar ,voltava a lamber,ela rebolava,gemia….fui até sua boca,dei o beijo que eu estava louca pra dar,beijo demorado,chupei sua lingua,ela gemia demais,disse a ela que os vizinhos poderiam escutar,sai pra buscar alguma coisa pra resolver aquilo,mandei que continuaase ali.Fui até a gaveta,peguei um pênis com vibrador,coloquei em sua boca e mandei que chupasse.Enqto ela chupava, eu me deliciava ,começava em seu pescoço,lambia,chupava,descia pelas costas,sempre lambendo e dando pequenas mordidas ,minha mão percorria seu corpo,entrava por baixo,apertava aquela buceta molhada,pulsante.Ela rebolava,se contorcia.Eu a chamava de puta,cachorra,perguntava se a curiosidade dela estava sendo saciada,se era aquilo que ela queria,ela acenava com a cabeça que sim.Peguei o pênis,enfiei em seu rabo com força,ela gritou,enfiei mais até o fim,mandei que ficasse de lado,peguei aquela buceta de jeito e começei a lamber,enqto lambia,dava-lhe estocadas com o penis,ela gritava, gemia,e colocava sua buceta em meu rosto.Começei a chupar,sentindo que ela estava pra gozar,enfiei minha lingua todinha dentro dela,colocava e tirava e não aliviava por tras,dizia a ela pra não gozar, que esperasse minha ordem,ela gemia ainda mais,sem se importar,gozou …ela gozava e eu sugava aquela buceta, aquele liquido, chupava com vontade,até que gozei com ela.Assim que percebi que ela estava relaxando, retirei o pênis,e com o cinto, dei-lhes fortes chibatadas, e dizia que era pra aprender a obedecer, e só fazer o que eu mandasse,quando eu mandasse,dei-lhe 5 ou 6 chibatadas, sentindo que aquilo a excitou,virei-a de frente e novamente cai de boca em sua buceta,já fui logo colocando a lingua,entrei com força e metia sem parar ,minha lingua entrava e saia rapidamente,não demorou,ela gozou novamente.Ficamos ali no chão por algum tempo,brinquei o quanto pude com aquele corpo que me deixou doida,depois a levei pro banheiro,dei-lhe banho e é claro aproveitei um pouco mais.Foi assim minha primeira vez com uma mulher casada.Se continuamos??Sim, continuamos,e quer saber?Não namoramos, mas amo nossos encontros.Ela agora é minha puta exclusiva,satisfaz todos meus desejos e eu faço o possível p que ela vá embora sempre bem satisfeitinha.Nosso segundo encontro foi ainda mais radical..rsrs..conto na próxima vez…beijos a todas.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.