"Os mais excitantes contos eróticos"


Como tudo começou - Vivendo


autor: leon paul
publicado em: 13/10/15
categoria: hetero
leituras: 2305
ver notas
Fonte: maior > menor


Como tudo começou - Vivendo novamente - Continuação (12ª Parte)
A CUNHADA

Seguindo viajem para o Rio, onde pude realizar meu sonho de foder em parte com a Preta, só não comi seu cuzinho, pois ela propôs de me dar à noite de forma especial; antes de chegar na empresa quis parar para almoçar, mas ela foi contra pois já estávamos atrasados e que faríamos um lanche ao chegarmos.
Ao entrar na empresa, uma casa de 2 andares, tive a maior surpresa, estavam todos os funcionários nos esperando como uma festa de boas vindas preparada pela Preta, depois de quase 3 anos afastado.
Confesso que foi uma grande surpresa pra mim, sentir o carinho não dos funcionários, mas de amigos e amigas de trabalho, principalmente de Dona Marina (nome fictício) minha secretária, uma senhora de seus quase 48 anos, porém muito bonita e gostosa, que ao me ver me abraçou em pratos e falou: ___ Ainda bem que a Drª Marilena (nome de Preta) consegui traze ló pra nós novamente.....perder à Drª Telma já foi um golpe super doloroso.....e sem o senhor aqui, foi pior ainda.
Após esta recepção calorosa, segui para minha sala onde novamente tive outra grata surpresa, estava toda modificada, pintura nova nas paredes, mobiliário trocado, no lugar da mesa que era de Telma, agora com um sofá aconchegante e olhando para Preta perguntei: ____ Mulher, qual a finalidade deste sofá?
Olhando pra mim perguntou: ___ Você gostou?....antes que eu respondesse ela fala....tem por finalidade de você descansar após o almoço, ler seu jornal confortavelmente e.......fazendo uma pausa ela sorri......se você quiser podemos descobrir juntos outras serventias hoje à noite, depois que todos forem embora.
___ Você é muito safada, mas eu gosto de você por isso.
Chegando perto dela dei um beijo e passei a mão na sua bunda sobre o vestido e falei: ____ Logo mais você não me escapa.
____ Você não sabe como estou doida pra dar meu cuzinho pra você.
Dando uma rebolada com sua bunda na minha rola, saiu sorrido dizendo: Vamos trabalhar agora.
Terminado o expediente, todos vieram se despedir e me desejarem um ótimo final de semana e que na terça feira seria vida nova, já que segunda feira era feriado.
Quando cada um falava, olhava para Preta e sorria, onde nós já sabíamos que minha vida nova já tinha começado hoje pela manhã e que ainda iria continuar naquele sofá ou em casa.
Depois que todos se foram, desci pra fechar a empresa e ligar o alarme, como sendo uma casa, minha sala era uma suíte, onde escuto o barulho do chuveiro e ao entrar no banheiro, vejo Preta tomando banho me fazendo sinal para me juntar à ela.
Tiro minha roupa e antes de entrar fico admirando aquela mulata linda, de um sorriso fácil, aqueles seios com os bicos grandes e duros pedindo pra serem chupados, cintura fina alargando no quadril, coxas grossas, sua bucetinha com cabelos ralos deixando seu grelo grande saltar ficando à mostra e uma bunda que muitas vezes eu chegava a babar.
Olhando pra mim ela diz: ____ Vai ficar ai me comendo com os olhos? ....entra logo, vem estou morrendo de tesão pra ter você aqui.
Ao entrar ela se abaixa e segura minha rola, começa a me masturbar deixando minha rola mais dura ainda, ora ela passar a língua em volta da cabeça ora ela chupa me deixando doido.
Peço a ela pra se levantar, me abaixo ficando de joelhos, coloco uma perna dela nos meu ombro fazendo sua buceta ficar arreganhada e começo a chupar seu grelo que cada vez mais fica maior e inchado, enquanto chupo enfio o dedo polegar na sua buceta e o indicador juntamente com o médio no seu cuzinho.
Na medida que chupo e mordo seu grelo, faço movimentos com a mão socando os dedos ao mesmo tempo na sua buceta e no seu cú, fazendo ela rebolar e gemer de prazer; antes ela fazia carinhos em meus cabelos, agora ela segura firme como se quisesse arranca lós e diz: ____ Assim, assim, assim....chupa, morde, soca.....esta gostoso.....hummm, hummm, hummm.....ai, ai, ai.....não aguento mais.....vou, vou, vou....gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.....
Preta derrama todo o seu gozo em minha boca, ficando com o corpo todo relaxado, tirando a perna do meu ombro me puxa e começa a me beijar, sentindo juntamente comigo o gosto do seu próprio nécta.
Ela olha pra mim ela diz: ____ Meu garanhão, vamos sair daqui, quero foder como você no sofá.
No sofá me sento quase deitando, Preta sobe em mim colocando minha rola na entrada da sua buceta sentando bem devagar, sentindo entrar cada centímetro, aos poucos ela vai rebolando até entrar tudo, onde ela para entrelaçando suas pernas na minha cintura ficando imóvel, só sentindo minha rola toda dentro da sua buceta e diz: ____ Leon, é uma delicia esta rola toda na minha buceta......toda vez que via minha irmã assim com voce, ficava imaginando se iria caber tudo na minha buceta.
Acaricio os seus cabelos, chupo um seio e depois o outro mordendo os bicos de leve, fazendo que ela contraia sua buceta apertando minha rola, neste momento ela geme e rebola bem de leve.
Ela deita sobre meu corpo me abraçando e eu a ela, fazendo somente movimento pra frente e pra trás bem devagar com seu quadril, aproveitando ao máximo o prazer de ter toda minha rola dentro da sua buceta, onde eu pergunto: ____ Esta gostando?
____ Sim, é delicioso sentir você todinho.
____ Você é maravilhoso em todos os sentidos.....como homem, como macho, como garanhão.....sempre sonhei com tudo que esta acontecendo.
Aumentando um pouco mais o vai e vem do seu quadril, ela continua falando: ____ Se você quiser serei tua o quanto quiser e como quiser......vou te fazer uma confissão.....sempre te amei.
Gemendo mais forte ela aumenta os movimentos do quadril, agora já com dois dedos enfiados no seu cuzinho, ela começa a subir e descer me cavalgando, falando: ___ Ai, ai, ai....hummm, hummm, hummm.....olha amor minha buceta engolindo toda sua rola.....é delicioso.....é gostoso......assim, assim, assim.....ai, ai, ai.
Ela geme mais alto, rebola com mais força, enquanto faço movimentos de socar minha rola com mais força na sua buceta, quando ela fala: ___ Amor, vou gozar, vou gozar, vou gozar.....ai, ai, ai.....assim, assim, assim....hummm, hummm, hummm....estou go....go....gozandooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo.
Ela comprimindo sua buceta com toda minha rola cravada nela, solta todo seu gozo fazendo escorrer sobre o meu corpo, caindo deitada sobre mim.
Após se refazer, ela sai de cima de mim e se coloca de quatro na beirada do sofá, me levanto e começo a beijar suas costas descendo até chegar na sua bunda grande, ela arreganha, eu desço com minha língua pelo seu rego até chegar no seu cuzinho, fazendo ela ficar toda arrepiada.
Ora enfio a língua no seu cuzinho, ora eu chupo sua buceta sentido o gosto do seu gozo, ela rebola, geme e me pede: ____ Coma meu cú....vai, vai, vai....já não aguento mais......me realize.....faz com carinho.....eu nunca dei meu cuzinho a ninguém....guardei pra você.....vai, vai, vai.....come logo.
Esfrego minha rola na entrada da sua buceta, lambuzando como seu próprio gozo, segurando encosto a cabeça na entradinha do seu cuzinho, forço a entrada fazendo entrar a cabeça, ela dá uma gemida prendendo o cuzinho e fala: ___ Esta doendo.....mas não tira....vai devagarinho....com a cabeça já dentro do seu cuzinho, começo a acariciar seu grelo fazendo ela ficar relaxada, quando sinto ela soltar enfio mais um pouco e pergunto: ____ Esta doendo, quer que tire?
____ Não tire, coloca mais.....é uma dorzinha gostosa....vai, coloca mais....assim, assim, assim.....hummm, hummm, hummm.....to sentido sua rola entrado....vai, vai, vai.....coloca mais, mais, mais....tá gostoso.
Com metade da minha rola no seu cuzinho, começo a fazer o movimento de colocar e tirar até a cabeça, mas cada vez colocando mais e mais e mais, fazendo ela gemer e rebolar agora de prazer.
Segurando como uma rédea seus cabelos com à mão esquerda e com a outra no seu grelo grande, ela sente que minha rola já tinha entrado tudo, onde entre um gemido e outro ela fala: ___ Nunca pensei que sua rola iria caber todinho no meu cuzinho.....vai meu macho.....soca esta rola grande e grossa com vontade....me faz gozar....assim, assim, assim.....fode, fode, fode....você é muito gostoso.
____ Então rebola minha putinha......safada....vagabunda.....você é muito gostosa....que bunda deliciosa.....que cuzinho apertado.
Pegando ela pela cintura sem tirar minha rola do seu cuzinho, coloquei ela de bruços no braço do sofá deixando a com sua bunda em posição mais alta, onde comecei a dar tapas e socava com toda minha força, arrancando gemidos cada vez mais forte e alto de Preta.
____ Hummm, hummm, hummm.....fode mais, fode mais, fode mais....é uma delicia sentir sua rola entrando e saindo.....assim, assim, assim....arregaça meu cuzinho....deixa ele arrombado.....ai, ai, ai.....fode, fode, fode.....ai, ai, ai......que delicia, que delicia, que delicia.
Depois de uns 15 minutos fudendo seu cuzinho, com nossos corpos molhados de suor, Preta começa a ficar arrepiada, contraindo seu cú fazendo que minha rola ficasse presa dentro dele e como se estivesse em transe começa a gemer alto e a chorar, entre uj gemido e um soluço do choro ela diz: ____ Não aguento mais....vou, vou, vou....gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.
Sentindo como uma descarga elétrica subindo pelo meu corpo, também gozo de forma abundante, enchendo todo seu cuzinho de porra, que chegou a escorrer pelos lados tal a pressão do meu gozo.
Seu corpo neste instante fica imóvel e relaxado, fico deitado sobre ela sentindo seu cuzinho fazer pequenas contrações até relaxar por completo, não tirando minha rola sinto ela começar a amolecer.
Após voltarmos ao normal, tirei minha rola já quase toda mole do seu cuzinho, onde ainda escorreu pelas suas pernas o meu resto de gozo.
Ao nos levantarmos nos abraçamos fazendo nosso suor se misturar, sinto todo o calor corpo de Preta que me beija com toda ternura e carinho possível; abraçados nos dirigimos ao banheiro para um banho.
Durante o banho faço a seguinte pergunta: ___ Preta, depois que sairmos daqui pra onde iremos, para sua casa ou algum hotel?
Com um sorriso nos lábios ela me diz: ____ Você confia em mim?
____ Sim.
____ Então vamos para o seu apartamento.
____ Mas lá deve estar todo sujo, tem quase 3 anos que não é aberto.
____ Bom, você falou que confia em mim, tenho uma surpresa pra você, tenho certeza que vai gostar.
Ao chegarmos no apartamento, realmente a surpresa fora grande e muito gratificante, onde Preta mostrou o quanto ela realmente me amava.
Resumindo, o apartamento sofreu uma reforma, onde era o meu quatro ela mandou derrubar a parede que dava para o quarto da empregada aumentando, ficando este para às minhas 3 filhas, o quarto de hóspede passou a ser o meu, onde era a sala de televisão passou a ser meu escritório, enfim tudo ficou extremamente excelente.
Até os móveis ela tinha trocado para uns mais modernos, na cozinha tudo passou a ser funcional.
Olhando pra mim ela fala: ___ Não falei que você iria gostar.
____ Marilena, você é doida isto deve ter ficado muito caro.
____ Olha meu amor, tudo que eu fizer pra você e minhas sobrinhas, jamais será caro ou cansativo.....agora você vai descansar um pouco enquanto eu arrumo um lanche para nós.
Após lancharmos, ficamos os dois deitados pelados conversando, onde ela me fez um pedido: ___ Leon, amanhã você pode me levar à praia de nudismo?
____ Sim, podemos ir, mas só tem uma coisa.
____ O que?
____ Teremos de andar um pouco, pois a moto esta parada a muito tempo na garagem e lá não chega carro.
Sorrindo, mais uma vez ela me faz a surpresa e diz: ____ Vamos de moto, ela esta prontinha pra ser usada, pedi à concessionária que viesse buscar e arrumar tudo nela.
____ Você pensou em tudo.
Interrompendo ela fala: ____ Eu não penso, realizo e amanhã à noite você vai ter outra surpresa.
Nesta noite fizemos amor várias vezes até cairmos no sono.
Continua......




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.