"Os mais excitantes contos eróticos"


Desejos e delírios entre pai e filha


autor: grazisafadinha
publicado em: 07/08/17
categoria: incesto
leituras: 6753
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá! Tenho 22 anos. Como no conto anterior, falei com vocês sobre o meu envolvimento com meu pai. Sou morena clara, tenho cabelos aloirados e corpo sinuoso e sedutor.
Essa história é um relato real, algo que está acontecendo verdadeiramente em nossas vidas e que estamos amando.
O meu pai sempre foi um homem safado, que gosta muito de sexo, tinha várias mulheres, enfim... Por sorte, eu puxei a ele... Sou uma ninfeta. Como já estávamos a quase um ano nos relacionando como homem e mulher, meu pai me fez uma proposta e me convidou para conhecer uma casa de swing.
Isso tudo era muito novo para mim. Eu nunca tinha imaginado em pesquisar algo sobre, ou conhecer algo do tipo, isso nunca tinha se passado pela minha cabeça. Decidi ir para conhecer.
Ele pediu para que eu vestisse um vestido curtinho, coloquei um salto para dar uma valorizada no bumbum. Ao chegar, ele estacionou o carro e pediu para que eu tirasse a calcinha e a deixasse no carro. Fiz isso. Descemos do carro e fomos em direção à entrada da casa, subimos as escadas e estávamos dentro de uma boate... Ele me levou para conhecer os ambientes daquele espaço. Primeiro, me mostrou o aquário (não tinha ninguém), me levou para conhecer as cabines em que tinham vários buracos, para olhar, colocar as mãos, o pênis... Eu me neguei a olhar. Depois, ele me levou para conhecer o labirinto, tinha muita gente. Mulheres encostadas nas divisórias sendo chupadas, homens e mulheres passando a mão em mim, enquanto eu caminhava para conhecer. No fim do labirinto, tinha uma salinha em que havia uns 3 casais se pegando. Eu o puxei e quis sair, ele hesitou, eu o puxei de novo e saímos. Fiquei assustada, achei aquilo estranho, ainda estava me acostumando com a ideia do swing.
Ele resolveu me levar a uma cabine, começou a me beijar lentamente e logo o beijo se tornou caloroso e o tesão veio subindo em mim, meu pai tirou meu vestido e começou a passar os dedos na bucetinha que já estava encharcada de tesão, ele foi beijando meu corpo e chegou na minha bucetinha, ele passava a língua no meu grelinho e dava pequenas sugadas (nossa! a chupada dele é a melhor que já tive) gozei gostoso na boca de papai, ele colocou sua rola gostosa, medindo 18 cm e grossa, chupei gostoso, fiquei de costas para ele e ele ficou pincelando, roçando sua rola na minha xoxota me deixando com mais tesão, foi colocando devagar na minha bucetinha, foi socando com mais força e rapidez, eu gemia de prazer, outros rapazes começaram a colocar o pênis nos buracos da cabine, meu pai pedia para que eu pegasse e chupasse essas rolas, mas como eu ainda não estava me sentindo bem com aquela situação, não quis pegar. Terminamos a foda ele gozando gostoso dentro de mim e fomos para casa.
Os dias passaram e ficamos nos envolvendo normalmente e eu fiz pesquisa, li contos que ele me mandava, via filmes sobre swing e disse a ele que eu estava preparada para voltar na casa.
Foi isso que fizemos. Voltamos a casa, eu já estava mais a vontade, queria conhecer aquele mundo, aquela outra vertente do prazer e foi assim que fizemos. Ao chegar a casa, ele me comprou uma caipiroska, a bebi e fomos para o labirinto, estava com um vestidinho e sem calcinha, quando entramos, alguns casais já estavam por lá, então, papai começou a me beijar, passando a mão no meu corpo e levantando meu vestido deixando meu bumbum a mostra para os casais que ali estavam, então, senti uma mão feminina e uma masculina tocando meu corpo, a mulher começou a beijar meu pescoço, manipulando a rola de papai e o rapaz que estava com ela ficou tocando meu grelinho, então, comecei a beijar a mulher e tocar os seios dela, estava gostoso, então comecei a beijar os peitinhos dela, papai estava com muito tesão em ver aquela cena, ele roçava a rola dele no meu bumbum, a mulher começou a acariciar minha bucetinha e se ajoelhou para me chupar, foi muito gostoso sentir a boca de uma mulher na minha bucetinha, enquanto ela me chupava eu beijava papai e o rapaz que estava com ela em um beijo triplo bem gostoso. Depois, fizemos uma troca de casal, os rapazes colocaram a camisinha e papai fudeu gostoso a bucetinha daquela vadia e eu fiquei de quatro levando a rola gostosa daquele desconhecido, gozamos muito nesse dia e voltamos para casa muito satisfeitos. E assim, engajamos nesse mundo diferente e cheio de prazeres, vamos a casa de swing, pousadas liberais, saímos com solteiros e casais, assim estamos vivendo felizes, mas infelizmente, ainda escondido, pois somos pai e filha. Logo mais trarei outro conto para vocês! Espero que tenham gostado, comentem! Gostaríamos de saber se há algum casal incestuoso aqui em Pernambuco, esperamos comentários!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.