"Os mais excitantes contos eróticos"


Taís a secretária devassa


autor: Katita
publicado em: 14/07/17
categoria: traição
leituras: 2976
ver notas
Fonte: maior > menor


Taís estava em sua mesa organizando álguns papeis, Vitor não tirava os olhos dela, ela viu por cima do óculos quando ele pegou o celular e areceu fotografar algo em baixo dá mesa em seguida seu celular tocou o som de mensagem do whatsapp Tais pego o celular para ver era d Vitor, a foto do seu pau duro, " tô pensando em você, olha só como eu fico" ela olhou para mesa dele e sorriu balançando a cabeça, e recebeu outra mensagem, " aguenta até a hora de ir embora e deixo você me levar pro motel, o que acha?" Respondeu ela , " Não, não aguento até 17h, eu quero agora, vou no banheiro te espero lá em cinco minutos".

Ele se levantou e foi pró banheiro, tais podia deixa-lo de castigo esperando mas olhou para a foto daquele pau delicioso durinho só esperando ela, pegou o batom vermelho na gaveta e reforçou o tom dos labios, se levantou e foi pró banheiro a porta estava só encostada ela abriu e entrou.

---- Nossa você não sabe esperar?

---- Não, anda vem cá.

Vitor agarrou em seus cabelos e praticamente a jogou no chão Tais se ajeitou de joelhos e logo teve a boca preenchida por aquele pau gostoso. Sem preliminares ela começou a mamar o pau do seu colega, chupou com força e com vontade, ele urrava de prazer, soltou os cabelos dela aquela puta não precisava ser coordenada deixou ela a vontade pra chupar como quisesse, apoiou as mãos na cintura e ficou só assistindo olhando pra baixo, enquanto Tais caprichada no boquete, com movimentos rápidos descascava seu cacete lambendo a cabecinha, deixava ele ir fundo na sua boca quase na garganta e chupava com força sem encostar o dente nele era uma boqueteira profissional.

----- Tá gostando?... - perguntou ela aproveitando pra respirar enquanto punhetava ele.

----- Tô, chupa!

Vitor queria aquela boca macia todinha em volta do seu pau, e Tais continuou chupando com vontade até que ele não resistiu, e começou a gozar, Tais não curtia engolir porra de ninguém mas continuou mamando para não saírem do clima de putinha e comedor em que estavam, quando ele terminou de gozar ela olhando pra cima abriu a boquinha pra ele ver ela todinha cheinha de leite, olhou bem safada pra ele, Vitor lhe deu dois tampinhas de leve na cara dizendo.

---- Boa menina.

Ele guardou o pau na calça e saiu primeiro Tais foi cuspir aquela porra toda na pia, e enchaguar a boca pra não ficar toda grudenta, depois saiu dá sala e voltou pra sua mesa, Vitor estava todo sorridente na sua só a olhando. " Você é maravilhosa" Tais leu e mandou uma piscadinha pra ele por mensagem depois apagou toda a conversa e a todo do seu pau, que agora tinha aprendido a lição e não guarva mais nada comprometedor no celular, Tais voltou prós seus papéis quando o telefone dá sua mesa tocou.

----- Senhorita tais venha a minha sala agora por favor.

----- Sim senhor Marcos já estou indo.

Seu chefe andava muito estressado com os fracassos nas negociações com uma empresa estrangeira, precisavam daquele contrato e estava difícil convence-los a assinar.

Tais sabia oque nessas horas acalma a seu querido chefe.

----Pois não... - disse ela

---- Te liguei a cinco minutos porque não me atendeu?

---- Tinha ido ao banheiro, e como andam as negociações com a empresa estrangeira.

----- Um representante deles está vindo para cá, para uma reunião, hoje teremos uma decisão.

----- E porque me chamou? - perguntou ela já imaginando a resposta.

----- Briguei com a minha esposa de novo hoje d manhã e vai ser um longo dia preciso me desstressar um pouco - disse ele folgado o no dá gravata - E você sabe me acalmar como ninguém.

---- Há sei é... - disse ela num tom já mais safado indo pra perto dele.

Taís abriu os botões dá blusa e soltou o sutiã, e ficou na frente dele acariciando seus seios e apertando um contra o outro de um jeito bem sensual, depois se apoiou na cadeira dele chegando com os peitos bem perto dá sua cara, Marcos já estava relaxando e ficando de pau duro, aquela era a melhor secretaria do mundo pensou ele enquanto Tais ajoelha a e puxava seu pau pra fora, Taís começou uma punheta bem gostosa olhando pra ele com cara de safada, Chupou um pouco e segurando com firmeza bateu o cacete contra o seu rosto bem puta, nesses encontros com seu chefe podia liberar o seu lado mais puta que era exatamente o que ele esperava dela.

Taís se levantou virou de costas pra ele e ergueu a saia mostrando sua bunda linda maravilhosa e com uma calcinha fio dental enfiada, levou três tapas bem dados daqueles de deixar marcado os dedos, depois a puxou pelas coxas pra ela sentar no seu colo, Taís encaixou o cuzinho na cabeça do seu pau, e desceu rebolando pra ele entrar, ela fez careta mordendo os labios mas desceu até ele entrar todinho e ficou rebolando com ele dentro, até seu cuzinho acostumar e relaxar, daí começou a quicar gostoso, batendo a bunda no colo dele.

---- Ah! Ah! Ahi! - gemia ela a cada vez que devia.

---- Isso putinha quica gostoso no meu pau quica. - disse lhe dando um tapa na bunda.

Taís deu bastante o cu pra ele e tomou vários tapas na bunda, quado Maços cansou do cuzinho dela quicando no seu pau a puxou pelos cabelos fazendo parar.

----- Calma aí cadela.

Ele se levantou com o pai enfiado nela e a empurrou a fazendo se curvar com os peitos em cima dá mesa.

----- Vamos assim agora.

Ele enrrabava ela de jeito, e bombou forte alargando seu cuzinho sorte dela que já estava bem molhado ou ia arrobar seu cu todinho.

----- Ahiii! Ahh! Ahh!! - ela gritava um pouco de dor um pouco de prazer.

------ Que cu delicioso você tem putinha!

Marcos embalou na foda batia o corpo na bunda dela fazia estalos a cada metida, castigos -a até não aguentar mais e gozar gozou tudinho no seu cú, a deixou cima dá mesa e caiu sentado na sua cadeira guardou o pau olhando pra aquela bunda linda toda vermelha dos tapas que tomou.

----- Tá mais calma agora? - perguntou Taís subindo a calcinha e ajeitando a mine saia.

---- Estou sim você é ótima bebê...

---- Ótimo se precisar de mim estarei na minha mesa é só chamar.

A secretária saiu e voltou pra sua mesa logo chegou o representante dá empresa estrangeira, o do tal contrato ela o anunciou ao seu chefe e o levou até a sala para a tal reunião, enquanto o levava notou que ele deu uma boa secada na sua bunda, coitado mal sabia que tinha acabado de ser enrrabada.







ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.