"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Sendo comida pelo pelo peão d


autor: ellaoriental
publicado em: 09/12/15
categoria: casual
leituras: 37363
ver notas


Ao lado de casa alugaram um galpão enorme pra uma transportadora e lá, como não poderia ser diferente, agora ficam vários peões na portaria, que fica bem de frente da rua de casa.

Estava eu lendo aqui os contos do site, já toda molhada de tesão.... tinha gozado umas 4 vezes já, mas o tesão não diminuía... então peguei um bullet, onde tem o controle, de onde sai 2 fio e na ponta de cada fio sai uma bolinha que vibra na mesma frequencia. Enfiei uma dentro da minha buceta e a outra deixei em cima do meu grelinho e continuei a ler os contos, me deliciando com as sensações, já imaginando o estrago que faria com a rola do meu marido mais tarde. Nisso que a campainha toca e começam a chamar por ele, meu marido.

Olhei pela janela e perguntei do que se tratava e o rapaz, que parecia um dos peões da transportadora, disse que o Sr. Jairo havia pedido para vir chamá-lo pois precisava de alguns serviços dele. Disse que ele não estava e que ele deveria ligar pra ele, mas acho que a pressão do rapaz deve ter caído e ele se curvou um pouco para a frente.

Sai no portão correndo, ainda com as bolinhas vibrando dentro de mim e fui ver o rapaz lá fora. Ele estava branco e pedi para que ele entrasse que daria um pouco de água pra ele.

Dei água pra ele e ele foi se recompondo. Já sorria e me contou que ele estava com problema de pressão esses dias por conta de uns abusos que havia feito. Dei-lhe alguns conselhos e percebi que ele começou a me olhar diferente e olhar maliciosamente pro fiozinho que estava pendurado entre as minhas pernas.

No andar, acabou caindo o controle que estava no bolso da minha saia e ficou pendurado.

Ele descaradamente levantou e pegou o controle falando:

- Comprei um desses pra minha mulher mês passado... ele faz um estrago danado né... e foi apertando o botão que mudava as vibrações do bullet e colocou num que vibrava forte e pulsava... parava e começava de novo... ele sabia pq o bullet tem uma luz vermelha que pisca conforme a vibração, então o safado sabia o que eu sentia...

Como não esperava por aquilo, fiquei sem ação... e só fui sentindo a virbração... Ele chegou mais perto e foi roçando seu pau em mim...

- Olha como vc me deixou... quer que eu te mostre o que sei fazer com esse brinquedinho em você?

Sem esperar minha resposta ele me agarrou e beijou minha boca, enfiando a lingua e entrelaçando na minha. O filha da puta beijava muito bem, além de ser cheiroso... Carne nova, devia ter uns 25 anos, malhadinho, forte e um fogo danado...

- Deixa eu ver onde vc colocou as bolinhas...

Subiu minha saia, me deitou sobre a mesa, colocou minha calcinha de lado e viu minha buceta toda melecada e inchada...

- Ahh puta safada... faz tempo que tá brincando com ela aí dentro né... Sua buceta tá inchada de tanto gozar.... toda molhada... agora vai gozar mais gostoso ainda pq vou te ensinar uma brincadeira que pode até fazer como seu marido depois.... rss

- Seu cachorro... filho da puta... me ensina vai... quero ver se um carinha novo como vc sabe fazer uma mulher gozar gostoso.... aposto que só fala... mas não sabe de nada...

Quando falei isso parece que o bicho se enfezou e agora queria de qualquer jeito me fazer gozar como nunca pra me mostrar que eu estava errada... parte da minha estratégia, claro...

Ele tirou a bolinha que estava no meu grelinho e enfiou no meu cu... caiu de boca no meu grelinho... chupava gostoso... e ia mexendo o controle, mudando ora ou outra a frequencia da vibração... ora pulsava, ora parava, ora era continuo... tirou o de dentro da minha buceta, que saiu ensopado e foi passando agora no meu grelo, que já estava duro de tesão...

- Ahhhh....... deliciiaaaaaa..... que gostosooooo..... asssimmmmm...... vem seu moleque.... vem me foder vem... quero levar rola... não aguento mais... fode minha buceta fode....

- Quer levar ferro né... vai levar sim.... nos dois buracos...

Enfiou a bolinha na minha buceta, levantou, abaixou as calças e balançou sua pica, batendo na minha buceta.... com força... chegando a doer um pouco qdo pegava no meu grelinho, no que eu fechava as pernas...

- Abre as pernas sua putona... não quer levar rola... olha aqui... - e enfiou com tudo na minha buceta, sem rodeios.... o cacete dele era grosso, não muito grande, mas muito grosso então doeu um pouco, mas entrou gostoso...

- Ahhh.... que pau gostoso.... mexe vai... fode gostoso... me come...

- Fodo sim.... aaahhhhhh.... que buceta gostosa vc tem.... tá sentindo seu brinquedinho vibrar lá no fundo tá... gostoso né...

- Tô.... é uma deliciaaaa.... enfia mais enfia... soca com força vai... não ia me fazer gozar... faz então...

Nisso ele começa a socar com força e me faz gozar uma... duas... três vezes e nada dele gozar... minha buceta já ardia e queria que ele gozasse logo, não aguentava mais levar rola... então ele tirou de dentro, me virou de costas pra ele e deu uma cuspida no meu cu... melecou com a sua saliva e começou a forçar a rola...

- Aiii... devagar... seu pau é muito grosso pro meu rego...

- Cala boca putinha... vou te arrombar toda... vou te deixar toda esfolada... já esfolei sua buceta e agora vou esfolar o teu cu.... Uuuhhhh.... que apertadinho esse rabo... meu pau vai te arrombar toda sua piranha.... vaca safada... gosta de levar rola né...

E ia forçando no meu rabo mais e mais e como estava difícil de entrar, ele se afastou um pouco, deu mais uma cuspida e enfiou com tudo, me fazendo gritar alto e xingar o filho da puta...

- Aaahhhhhhhhhhh... que porra de cacete grosso..... devagar.... vc vai arregaçar meu cu seu filho da puta...

E sem falar nada, ele ia batendo na minha bunda com força várias vezes e estocando mais e mais... eu gritava e xingava ele... parecia que ele nem me ouvia mais... só metia sem dó... com força...

Eu já tinha gozado mais umas 2 vezes quando ele urrou alto e e caiu sobre minhas costas... todo suado....

Senti a sua porra enchendo o meu rabo e a pica dele amolecendo aos poucos... até sair naturalmente...

Eu estava exausta e toda ardida...

O moleque se vestiu, deu um tapa na minha bunda e disse:

- Que tesuda que vc é hein.... o pessoal vai ter que ficar sabendo que temos uma vizinha que serve um rango da hora...

- Você não é nem louco de comentar isso com eles... Meu marido vai te matar... seu moleque filho da puta...

- Fica fria... só os melhores saberão e vc vai gostar de ser nossa putinha... seu marido não vai ficar sabendo de nada...

Saiu todo feliz assobiando e o vi entrando na transportadora e logo um dos seus colegas veio brigar com ele dizendo que ele demorou demais... e ele deu risada e começou a falar alguma coisa, e eu já sabia o que era, e o outro logo se interessou...

Logo criei uma lista enorme de peões que me visitavam constantemente aqui em casa... Numa outra oportunidade eu conto mais sobre esses rapazes...

Espero que tenha gostado... Comente aí...

Beijos...





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.