"Os mais excitantes contos eróticos"

 

O corno gostou II


autor: odeflor
publicado em: 13/09/17
categoria: traição
leituras: 1256
ver notas


Passei no borracheiro enchi o pneu, não deixei o borracheiro trocar tinha que ser o vizinho, ele sim sabia trocar meu pneu.

Passado uns dois dias do acontecido o tesão pelo vizinho voltou então como já sabia o caminho não tive dificuldade, planejei direitinho dessa vez queria uma melhor trepada de preferência na cama do corno, voltei da escola da minha filha já sabia que o vizinho estava em casa então tinha comprado uma lingerie uma camisola especial me perfumei toda liguei o ar condicionado do quarto para ficar aquele ambiente agradável e assim liguei para casa dele, ele parece que adivinhou e atendeu o telefone, pedi para dar uma chegada em casa precisava de mais um favor dele.

Como era uma tarde quente fazia um calor danado ele já veio sem camisa aquele corpo sarado quando a vi já fiquei com tesão, conversamos no portão mostrei o pneu do carro, ele trocou rapidinho e logo já estávamos nos beijando dentro de casa, me falou que não conseguiu me tirar da cabeça meu corpo cheiroso deixo ele fascinado e até contou para um amigo que tinha transado com a vizinha casada e ele queria também, perguntei como era esse rapaz. Ele falou era do quartel um moreno alto forte e que eu ia gostar dele tinha uma ferramenta grande o pessoal brincava dom ele chamando de jegue e que nenhuma mulher ia transar com ele com aquilo duro, como o danado sabe que gosto de homem acima do normal não sei se falei para ele.

Para min você esta bom já me satisfaz come direitinho eu adoro dar para você meu gato, hoje quero um tratamento vip comprei uma lingerie nova e deixo gozar dentro só hoje, mas voltando a falar do seu amigo como é ele mesmo. Ele deu risada e mostrou com a mão o tamanho a gente toma banho junto o dele é grande acima da media do brasileiro, se você quiser posso apresentar, ele disse que gosta de mulher mais velha aguenta sua vara, as novinhas tem medo e sai correndo. Fiquei impressionada com que ele disse e deu até vontade de conhecer, isso é assunto para outro dia.

Beijei bastante sua boca passei a mão pelo seu corpo depois levei ele para meu quarto tirei seu shorts já veio sem camisa, tirei minha roupa fiquei só de lingerie que tinha comprado para aquela ocasião coloquei a camisola linda, liguei um som romântico hoje eu quero um tratamento especial.

Eu - olhe a lingerie que comprei para ficar linda para você, quero me deliciar nesta cama sentir você dentro de min.

E dancei na frente dele peguei sua mão e passei no meu seios na minha boca na minha buceta por cima da calcinha na minha bunda estava deixando ele maluco e estava ficando também.

Eu - Olha gato essa negra só para você, quero esse pinto tudo dentro de min e quero sentir sua porra escorrendo nela pelas minhas coxas e depois o corno limpa todinho.

Vizinho – Nossa como você esta gostosa meu pau já esta doendo quero comer logo e gozar em você, sua cheirosa, sua cadela, vagabunda seu marido sabe que você esta entrando na minha vara.

Eu- Esquece meu marido agora quero só pensar em nós neste quarto.

Peguei naquele pinto levei na boca como já estava duro já deu uma estocada e foi no fundo da minha garganta quase vomitei briguei mas não adiantou o danado queria me fuder mesmo e começou pela minha boca a cabeça daquele cacete toda hora batia na garganta e dava anciã de vomito até uma hora que não aguentei e vomitei no chão do quarto, o safado deu risada e me chamou de puta gostosa e me beijou acho que ele gostava disso. Depois me deu uns tapas confesso que ninguém tinha feito isso gostei, fiz questão de bater nele também apertava seu pinto mordia sua bunda, ele queria me morder também não deixei ia ficar marcar meu marido ia perceber e ter certeza que transei com alguém deixei ele só chupar meu seios ensinei ele fazer direitinho ai que tesão, apertava meus seios como era grande ele brincava com os dois.

Quando já tínhamos brincado bastante muitas preliminares ele falou que seu pau estava doendo de tanta vontade de me penetrar deixei ele me ver tirar a lingerie fiz bem devagar, subia na cama e comecei a dançar tirei a camisola depois o sutiã e jóquei na cara dele e comecei a chupar meus seios e a rebolar ele alisava e batia uma punheta e olhava fixamente para min.

Me pegou jogou na cama deixou de quatro, aquele pinto parece que aumentou depois daquele dia, eu gemia ele passava a cabeça na entrada dela deixando a cabeça entrar aos poucos e depois socava até o final bati a cabeça na parede, me dava tapas no rosto na bunda me chamava de cadela negras gostosa, sua puta , perguntava se o corno comia assim eu gemia alto pedia mais o som do radio não deixava os vizinhos ouvirem.

As estocadas foram aumentando o ritmo até gozar dentro da minha buceta quando tirou aquele pinto percebi a porra escorrendo para fora na minha coxa no lençol, peguei minha lingerie e me limpei com ela e depois comecei a chupar seu pinto tirar as últimas gotas de esperma dele.

Me comeu de papai e mamãe de frango assado, em pé na parede queria até meu cuzinho, não dei afinal ele ainda é virgem, gozamos uma três vezes depois levei ele no banheiro e dei um banho bem gostoso nele nos ensaboamos ela passava aquela mão no meu seios puxava os bicos estava ficando com tesão novamente mas não podia tinha compromisso, nos despedimos ele foi embora, fui limpar o quarto lavar as roupas apagar as provas e depois buscar minha filha depois liguei para meu marido falei que tinha um presentinho para ele vim logo para casa.

O corno me obedeceu e chegou mais cedo, tinha levado minha filha na casa de uma amiguinha estávamos sozinho em casa, recebi na sala como já estava de lingerie e com tesão ali mesmo comecei a beijá-lo abri um vinho tomamos e fomos para o quarto, lá tirei sua roupa depois comecei a chupar seu pinto pedi para ele chupar meu seios, viu uma marca diferente nele perguntou o que era aquilo falei que era mancha do sol, e pedi para ele chupar minha buceta que estava molhadinha esperando por ele, coloquei a calcinha de lado deitei na cama e me deliciei com a língua do corno que chupou direitinho deixou ela limpinha e depois me comeu bem gostoso igual da outra vez e sempre me perguntando.

Marido - O que ele fez com você, esta lubrificada, esta muito larga, o seios maiores macios.

Eu sempre contanto uma historia no seu ouvido que para ele era fictícia, para min era realidade de horas atrás.

Gozou na minha boca fiz questão de engolir tudo, depois quando ele estava me comendo de quatro e vendo meu bundão balançando e apertando meus seios falei para ele se eu podia arrumar um negão para me comer e quem sabe me engravidar e depois ele assumiria a criança. O corno gostou da ideia falou que tinha um amigo que era separado e gostava de mulher negra de seios grandes e era vasectomizado, já tinha até mostrado uma foto minha de calcinha para ele o cara ficou louco. Falei que quem ia arrumar era eu depois contava tudo.

Ele disse que com pinto grande podia me machucar e deixar minha bucetinha arrombada. Falei que essa bucetinha gosta de pinto grande gemer em cima de um cavalo.

Depois de muita conversa no ouvido e sexo o corno me liberou para arrumar um macho mas não podia gozar dentro, mal sabia ele que já tinha até tomado porra de outro da minha buceta.

Fomos tomar banho juntos ele me confessou que tinha tesão de me ver com outro na nossa cama eu de quatro gemendo com uma vara na buceta e ele olhando, falei que ia arrumar um macho se ele queria ver dando para ele.

Desconversou e saiu do banheiro, acho que é muita novidade para um dia, ainda convenço ele e dou para ele e o amante junto.

O próximo passo é arrumar um negão para me comer, acho que tenho uma ideia.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.