"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Sil a amiga da minha esposa


autor: rsafadobp
publicado em: 13/09/17
categoria: aventura
leituras: 2430
ver notas


Bom, sou casado a 10 anos, adoro aventuras, sou tarado demais.
Minha esposa tem uma amiga chamada Sil, casada de uns 38 anos, morena, cabelos bem pretos, uma boca deliciosa de quem chupa muito gostoso, seios grandes provavelmente de auréolas escuras e bicudo, bunda gostosa e um baita de um pacote de buceta que deve ser lisinha e apetitosa.

Conheço a Sil a 7 anos e sempre tive muito tesão por ela, é motivo de punhetas até hoje, principalmente depois que minha esposa disse que ela me achou um homão gostoso, aqueles comentários de amigas, né?
Pois isso me deixou com muito tesão, se ela me acha homão gostoso, com certeza sente atração e tesão por mim, assim como sinto por ela.

Sempre saímos juntos, eu, minha esposa, ela, o marido e nossas crianças, ou na maioria das vezes com ela sem o marido junto. O casamento deles não é bom, acho que eles nao fazem sexo com frequência e que ela nao sente tesão por ele, tenho esta impressão, e recentemente ela perguntou se eu tinha um amigo pra apresentar à ela, disse que ia ver e tal, mas na hora quase pensei, tenho eu, serve? rsrs
Passei o zap dela pra um amigo, mas nao rolou nada entre eles, e ela continua à procura...

Ultimamente temos ido para nossa casa de campo, para curtirmos a piscina, já que o sol está de matar. Ela entrou no quarto para de trocar, tentei bisbilhotar pela fresta da fechadura mas não consegui ver, voltou do quarto de biquini, mas com shortinho por cima e um top, meio tímida.

Assim que possível fui correndo pro quarto, fechei a porta e fui direto na bolsa dela, procurar sua calcinha. Achei a bendita, rosinha e de rendinha, exalando buceta, meu pau imediatamente ficou duro, principalmente quando levei-a ao nariz e senti aquele cheirinho de buceta faminta, esfreguei a calcinha toda na minha cara, passei a lingua na parte que encaixa na buceta e na parte que encosta no cuzinho, que cheirinho gostoso, de cuzinho limpinho...

Claro que toquei uma punheta rápida cheirando aquela calcinha, né? gozei gostoso e fui pra piscina, lá estava ela e minha esposa dentro d'agua, eu doido pra ver a parte de baixo do biquini dela, o decima estava com os seios quase saltando pra fora, mergulhei e por baixo d'agua pude ver melhor aquela bunda gostosa de biquini preto enfiado no cu, mas nao era fio dental, era um biquini mais discreto, porém uma delicia.

Fiquei de pau duro novamente, minha esposa estava distraída, não percebeu, mas a Sil obviamente percebeu, pois seus olhos foram diretamente no meu pau, quando saí da piscina e deitei na borda pra tomar um sol, o volume estava um pouco acima do normal, e percebendo que ela olhou, me deixou com mais tesão ainda, pois já sabia que ela me acha gostoso... Aí o pensamento vai longe, fechei os olhos e imaginei comendo aquela morena alí mesmo na piscina, ela encostada na escadinha e eu por trás dela segurando sua cintura e enfiando meu pau gostoso na buceta dela com biquini afastado pro lado e ouvindo ela gemer pedindo pra socar gostoso com vontade porque sua buceta está sem ser comida faz tempo, aí na hora de gozar eu sentaria na escadinha e ela vinha abocanhando com vontade, bem gulosa, até sair muita porra dentro da sua boca, deixando ela bem satisfeita.

Quando abri os olhos estava minha esposa em pé me olhando, perguntou por que eu estava de pau duro kkkkkk, meio sem o que dizer, disse que estava sonhando com ela, ela fingiu acreditar e disse pra eu entrar na água e esconder aquilo pois a Sil poderia ver kkkkkk

Fiquei aquela tarde inteira comendo a Sil com os olhos, discretamente é claro, e sempre que surgia oportunidades eu tirava fotos dela distraída, sem minha esposa e ela perceberem, adoro fazer fotos assim, me da muito tesão... no fim da tarde já após o sol ir embora, as duas entraram no banheiro da piscina para tomarem banho, minha esposa saiu primeiro e foi pro quarto se trocar e Sil ficou lá sozinha, a porta sanfonada está com problema, então o banheiro fica aberto... dei uma passada de leve e ela estava de costas pra porta e de frente pra parede lavando o cabelo, de biquini, esfregando as mãos na cabeça com aquela bunda virada pra mim, parei e fiquei admirando, e na mesma hora peguei meu cel e tirei umas fotos dela, meu pau novamente duro quase pulando pra fora, aquela morena alí bem na minha frente toda molhadinha com o biquini preto enfiado a bunda que eu tanto desejo, e eu sem poder fazer nada, ela se mexeu como se fosse se virar de frente, então me afastei fui dentro da casa, disfarcei e voltei, ela estava de frente pra mim mas de olhos fechados por causa da espuma no cabelo, aquele pacote de buceta me deixou louco, quase cometi uma loucura em entrar naquele banheiro também, mas deixei a loucura de lado e me afastei de novo pra ela nao dar de cara comigo, estava alucinado, igual cachorro no cio, meti a mão dentro da sunga e comecei a me masturbar do lado de fora da casa, queria vê-la peladinha ali, mas com certeza ela nao iria ficar pelada por causa da porta aberta. Gozei gostoso no tronco da árvore pensando novamente comendo naquela morena.

Fizemos um lanche na mesa e fomos embora para nossas casas, e eu ainda morrendo de tesão por ela.

Tenho quase certeza que em breve farei outro conto com ela, só que dessa vez com boas notícias, vou comer essa morena, me aguardem ;)



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.