"Os mais excitantes contos eróticos"

 

UM INCESTO INESPERADO. PT 02.


autor: ricardosafado
publicado em: 04/07/17
categoria: incesto
leituras: 5076
ver notas


continuação.

Confesso que estar ali vendo minha mãe chupando os seios da própria filha me deixou sem chão. Tudo aquilo era muito louco, mas as duas estavam entregues uma a outra, como se tivessem apaixonadas. Como elas não notaram minha presença, fiquei ali meio escondida observando até onde elas iriam. Enquanto minha mãe continuava mamando no peito da minha irmã, joyce apenas gemia e dizia:

Isso mamãe, chupa a tua filhinha safada, morde meu bico igual você mordeu ontem vai!

Ao ouvir aquilo meu coração acelerou, espantada em saber que não era a primeira vez que aquilo acontecia. Por um instante pensei em acabar com aquela palhaçada, mas por outro lado queria saber até onde isso ia.
Resolvi ir embora, então foi nesta hora que minha irmã olhou minha mãe nos olhos e perguntou:

Quando você vai me comer hein! Não tô aguentando mais essa tortura.

Minha mãe então a pegou pelos cabelos, puxou para perto do teu rosto e respondeu!
Calma meu amor, prometo que amanhã quando a marcela estiver dormindo, eu venho comer essa bucetinha virgem, afinal...ninguém pode saber sobre a gente.

Minha irmã apenas sorriu e disse: Tá bom mãe, te espero amanhã então.

Imediatamente elas se beijararam loucamente, fazendo com que meu corpo se arrepiasse todinho vendo aquela cena. Bom, depois disto fui embora para o meu quarto, onde passei a noite inteira acordada, lembrando de cada detalhe que tinha presenciado.

CONTÍNUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.