"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A vizinha safada


autor: vopaulo950
publicado em: 19/06/17
categoria: traição
leituras: 2255
ver notas


Vou contar um conto veridico, aconteceu comigo a alguns anos a traz , eu sempre costumo sair todos os dias no mesmo horario e acabamos pegando o elevador com algumas pessoas quase todos os dias e no andar debaixo sempre entrava um casal quase todo o dia e isso pegamos a amizade de conversa. Num certo dia o elevador lotou e ficamos apertados e sem querer a esposa do rapaz veio e me espremeu na parede do elevador e sem intensão ela encaixou a bundinha no meu pau e conversando com o marido rebolava suavemente sem ninguem notar e sóeu sentindo aquela bundinha deliciosa e nao pude evitar de meu pau endurecer.

O nome dela Luana uma loira de uns 38 anos na epoca muito gostosa uns peitos de silicone meio gordinha mas uma gordelicia, continuando ao descer estava com o pau latejando e disfarcei com o envelope e desci e ela sorriu e disse tchau vizinho, eu desejei um bom dia a ela e seu marido e fui para meu carro.

E sempre que pegava o elevador lotado descia encochando Luana aquela delicia, te um que um dia descemos e esqueci uns documentos e voltei para casa no almoço para buscar os documentos e para minha surpresa peguei as coisas e na hora de descer encontrei Luana e ela disse:

- Oi vizinho o elevador não esta lotado mas posso descer juntinho a você e sentir você crescer em minha bundinha.

Fiquei sem graça pois não esperava e não resisti e encochei ela e disse em seu ouvido.

- Isso está injusto pois o vizinho vai embora doido de vontade e seu marido que termina o serviço.

Ela abriu um sorriso e disse hoje passei mal pela manha e não fui trabalhar, se você quiser cuidar de mim , tem 6 horas para cuidar de mim antes de meu marido chegar, vou jogar o lixo e se quiser disfarça e sobe que a porta estara aberta, mas quero ver qual o remedio que me dara.

Entao Luana foi a lixeira eu liguei em meu serviço e inventei algo e que não poderia ir na parte da tarde, fui em meu apto me troquei com uma bermuda e uma camiseta e desci para o andar de baixo e abri a porta do apto entrando, Luana estava no quarto e disse tranca a porta pois tenho medo que entre algum estranho. Fui em direção a seu quarto quando chego ela esta deitada vendo tv e disse olá sabia que não resistir , deita aqui um pouquinho pois estou ccom febre, e preciso de cuidados.

Deitei debaixo das cobertas e fui a beijando e acariciando seu corpo, e explorando seu corpo que estava quente com minhas maos e logo nos descobrimos e segurrei seus braços e fui a beijando e chupando seu pescoço de leve e vendo ela se contorcer e dizer não judia de mim que estou dodoi e carente , vai me comer aqui na minha cama já que meu marido não come, eu sorri e disse relaxa pois antes vou judiar um pouquinho e fui tirando sua roupa deixando ela peladinha e passei o dedo em sua buceta e estava escorrendo tesão e pediu sem parar mete em mim preciso de rola , mete amor e eu segurava seus braços e chupava pescoço, beijava e fui descendo chupando seus peitos e sugando forte mas sem deixar marca e engolindo ele todo em minha boca mordiscando seus bicos e ela gemendo algo e pedindo chega mete em mim, desci e chegando sua buceta via ela escorrer e comecei a chupar sua virilha dos dois lado e ela gritava mete mete , até que passei a lingua de leve na sua buceta e ela não se aguentou e com poucas chupadas gritava e gozou gostoso e implorando meu pau.

Levantei e passei o pau na entrada de sua buceta e ela me puxava para meter , entao tirei da entrada da buceta e passei em sua boca que abocanhou como louco e chupava com vontade até se engasgar então tirei e soquei devagar em sua buceta e entrou facil pois estava melada e ela deu um grito dizendo, fode esta puta que precisa de pau, pois faz 3 meses que o corno não come então me arromba e num frango assado metia sem dó e com vontade e logo ela me jogou na cama e veio cavalgar e subia e descia gritando e gemendo como louco e sentava com vontade e não demorou gozamos juntos bem gostoso.

Deitamos uns 30 minutos e logo ela veio me chupar ai foi a vez dela chupar com vontade e judiar e eu querendo foder ela e ela chupava muito gostoso e depois de um tempo olhou em meus olhos e disse agora vai ganhar um presente , comer meu cue arrombar pois faz mais que ano que não dou ele, eu mais que rapido levantei e ela ficou de 4 meti em sua buceta para melar meu pau e fui devagar empurrando e Luana gemia e pedia para não para e logo já tinha socado tudo e com um vai e vem delicioso e rebolava em meu pau , rapidamente depois de algumas estocadas e uns tapas em sua bunda Luana gritou que ia gozar e queria leite em seu rabo e não demorou eu tb gozei em sua cuzinho fazendo escorrer porra. Foi uma foda maravilhosa e depois desta meti mas umas 4 vezes e ela saiu do predio.

Se você gostou e quer uma aventura entre em contato ou quer conversar me passe um e-mail vopaulo950@gmail.com , ou deixe seu comentario com email que entro em contato.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.